quinta-feira, 6 de março de 2014

Morre o deputado federal Sérgio Guerra



 / Foto: Clemilson Campos/JC Imagem

Pernambucano estava internado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, para tratamento de câncer, e teve o quadro de saúde agravado após uma pneumonia


Do JC Online

Foto: Clemilson Campos/JC Imagem

Faleceu na manhã desta quinta-feira (6), aos 66 anos, vítima de um câncer, o deputado federal Sérgio Guerra, presidente estadual do PSDB. Ele estava internado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, para tratamento da doença e teve o quadro de saúde agravado após uma pneumonia. A família organiza, junto com outros partidários, o traslado do corpo para o Recife. Velório e enterro devem acontecer no Cemitério Morada da Paz, em Paulista, Região Metropolitana do Recife (RMR).
A morte foi confirmada pela deputada estadual Terezinha Nunes (PSDB), em entrevista ao programa Super Manhã, da Rádio Jornal. "Ele estava se tratando de um câncer, mas teve uma piora por conta de uma pneumonia e não resistiu, falecendo hoje pela manhã. O PSDB está muito triste, porque Sérgio Guerra era um grande líder, tanto em Pernambuco quanto no Brasil. Era uma pessoa muito querida", disse.
A deputada completou afirmando que "Sérgio Guerra cuidava e sabia fazer como poucos negociações políticas no País e é considerado um dos maiores presidentes que o PSDB já teve".
Sérgio Guerra ocupava cadeira de deputado federal, no cumprimento do quarto mandato na Câmara, sendo três por legislaturas consecutivas (1991/95, 1995/1999 e 1999/2003) e a atual (2011/2015). O hiato se deveu ao mandato de senador (2003/2011), eleito em 2002 na chapa do governador reeleito Jarbas Vasconcelos (PMDB), juntamente com o senador Marco Maciel (PFL, hoje DEM). Antes da atuação no Congresso Nacional, teve dois mandatos de deputado estadual em Pernambuco, exercidos entre 1983 e 1991.
Quem assume a suplência do mandato de Guerra é André de Paula, que teve 63 mil votos na eleição de 2010 e ficou em 6ª lugar na coligação União por Pernambuco, que elegeu 5 deputados federais. Emocionado, André preferiu não dar detalhes sobre o processo de transferência de mandato, se limitando a dizer que irá, apenas, "cumprir o resto do mandato para Sérgio Guerra".
"Tive o privilégio de conviver e aprender na Câmara dos Deputados e no partido com Sérgio. É bom relembrar que ele teve vitória memorável ao lado de Marco Maciel e Jarbas Vasconcelos. Desempenhou com brilho o mandato de senador. Perdemos um político diferenciado", disse André à Rádio Jornal, bastante emocionado.
Formado em economia pela Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), Severino Sérgio Estelita Guerra nasceu no Recife, em 9 de novembro de 1947, tendo origem em uma família com tradição política. O pai, Pio Genésio Guerra, e o irmão José Carlos Guerra foram deputados federais. Iniciou a vida pública militando no movimento estudantil, já no período militar, mas sem posto de liderança. Em 32 anos de vida política, passou por quatro partidos, circulando entre a centro-esquerda e a esquerda democrática. O PMDB foi a primeira legenda, tendo se filiado ao partido que representou a oposição ao regime militar de 64 em 1981. Também atuou no PDT e PSB antes de se filiar ao PSDB.
Sérgio deixou dois filhos e duas filhas.
Do JC Online

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Zeca e Júlio fecham apoios em Itapetim e Afogados da Ingazeira

Um final de semana bem produtivo na região do Sertão do Pajeú e que fez avançar ainda mais o projeto eleitoral do ex-prefeito de Arcoverde, Zeca Cavalcanti (PTB), pré-candidato a deputado federal, e de seu irmão, o deputado estadual Júlio Cavalcanti (PTB), candidato à reeleição no pleito de outubro próximo.
Os dois Cavalcanti estiveram em Itapetim, aonde fecharam acordo político com o grupo do filho do ex-prefeito José Lopes, Anderson Lopes, irá apoiar os dois no pleito de 2014. Lopes também confirmou apoio ao senador Armando Monteiro para o governo do Estado.
 Durante almoço na casa do ex-prefeito, a dupla também dialogou com Chico Caxete e Carlos Pereira, que foram vice-prefeitos no município, o ex-prefeito João dos Passos e o vereador Edson Augusto (PSDB). O grupo promete levar os nomes de Zeca e Júlio as suas bases.
 Já de Afogados da Ingazeira, o vereador Zé Negão, aproveitou a passagem dos dois políticos por Itapetim para confirmar o apoio a eleição de ambos. Ao blogueiro Marcelo Patriota, ele confirmou: “Eu, Vicentinho, Cícero Miguel, Renon de Ninô, Pedro Raimundo e Antonieta Guimarães estamos todos com Zeca e Júlio Cavalcanti, além de Armando Monteiro”.
(Blog do Túllyo Cavalcanti)

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Edital do concurso público de Buíque sai entre Abril e Maio


Na manhã de quarta-feira (29/1), o prefeito de Buíque, Jonas Camelo (PSD), reúne-se comdiretores da Universidade de Pernambuco (UPE), tendo em pauta a realização de concurso público para preenchimento de diversas funções. A decisão do processo seletivo deve-se ao cumprimento de determinações do Ministério Público de Pernambuco.

O MPPE indicou que a Prefeitura deve realizar o concurso com vagas em http://cdncache-a.akamaihd.net/items/it/img/arrow-10x10.pngtodos os níveis e áreas daadministração pública municipal. A última seleção aconteceu em 2008 e os aprovados foram empossados no ano seguinte. Uma comissão da Prefeitura irá identificar as necessidades de cada secretaria para que, através de Projeto de Lei, aprovado pelos vereadores, sejam criadas as funções da seleção.

De acordo com Ronaldo Andrade, coordenador geral de gabinete da Prefeitura, o concurso será realizado de acordo  com as  tramitações legais pela própria UPE. Embora o tempo seja pouco, a previsão é de que o edital saia entre abril e maio.
(Blog do PC Cavalcanti)

Estudo afirma que Facebook perderá 80% de seus usuários até 2017


Cientistas norte-americanos afirmam que o Facebook, maior rede social do mundo, experimenta um momento de ápice antes da queda, quando perderá 80% de seus usuários até 2017. 

A afirmação surpreendente veio de dois doutorandos em engenharia mecânica e aeroespacial da Universidade de Princeton e foi feita em um artigo divulgado na edição online do arquivo de pesquisas científicas, ArXiv.org. O estudo, porém, aguarda a chamada revisão de pares, uma espécie de conferência feita por cientistas que pesquisam temas relacionados. 

Com base na ascensão e queda do MySpace, John Cannarella e Joshua Spechler afirmam que o Facebook está prestes a sofrer uma forte decadência.
(Bolg do Davi Neto)

domingo, 2 de fevereiro de 2014

Telexfree: Divulgador conversa com o Dep. Marco Feliciano que diz" Ja estou ciente do caso Telexfree


Foto
Com informações do divulgador Giva Alves.

Cumprindo sua agenda no Recife, o Deputado Federal (SP) Marcos Feliciano, Presidente da Comissão dos Direitos Humanos em Brasília, juntamente com o Deputado Federal (PE) Anderson Ferreira, estivemos neste sábado em um restaurante no bairro de Boa Viagem conversando sobre o caso Telexfree. O Dep. Feciliano informou que está ciente da situação envolvendo a Telexfree no Acre e tomou conhecimento da manifestação pacífica do divulgador Aerci. Disse ainda que estará juntamente com a Frente Parlamentar do Multinível presidida pelo Deputado Popó e com o apoio da Deputada Antonia Lúcia, trabalhando para que seja encontrada uma solução para o problema. Por oportuno, fiz um resumo do caso, falando detalhadamente da quantidade de pessoas envolvidas, valores da Ympactus presos pela justiça do Acre, acrescentamos também que o valor retido é o suficiente para a empresa pagar aos investidores que não obtiveram o retorno e que estranhamente a promotoria do Acre não aceita o acordo ou os acordos propostos pela Cia. Ele também está ciente da quantidade de pessoas envolvidas, cerca de 1.5 milhão, que na sua maioria está sofrendo sem recursos para cumprir com as suas obrigações, passando extremas necessidades. Rapidamente fizemos um cálculo acrescentando no mínimo mais 2 pessoas na família de cada divulgador, ao montante, temos quase 5 milhões de pessoas, número muito expressivo. Ele demonstrou muita preocupação com o caso. Adicionalmente, coloquei que em Pernambuco somamos cerca de aproximadamente 220 mil pessoas que investiram na empresa e esperam uma solução para sanar esta angústia. Giva Alves
  O Deputado Anderson Ferreira (PE), que também faz parte da Comissão de Direitos Humanos na Camara Federal, também demonstrou preocupação com o caso e afirmou que está apoiando o interesse dos divulgadores. "Estamos juntos com o Deputado Popó nesta luta", disse ele.

Informações de: Giva Alves
Por: Telexbom Brasil

domingo, 26 de janeiro de 2014

Famílias que ganham até R$ 1,6 mil adquiriram mais da metade dos imóveis do Minha Casa, Minha Vida

PUBLICADO EM 26/01/2014 ÀS 14:00 POR  EM NOTÍCIAS
O balanço de 2013 do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) revela que as famílias com renda mensal de até R$ 1,6 mil foram as mais beneficiadas com a aquisição de imóveis. As famílias com este perfil de renda, que antes não tinham acesso a financiamentos habitacional, adquiriram os imóveis do programa tanto por meio da modalidade em que as prefeituras selecionam os beneficiários como por meio do financiamento direto nos bancos públicos (Banco do Brasil e Caixa) e nas construtoras.
A meta de contratação do programa e de 3,750 milhões unidades até dezembro de 2014 para famílias com renda de até R$ 5 mil. Até dezembro de 2013, o programa registrou mais de 3,2 milhões de unidades contratadas e 1,5 milhão de unidades entregues, desde 2009. Do total das unidades entregues (1,5 milhão), 812 mil unidades (53%), foram para pessoas com renda familiar de até R$ 1,6 mil, sendo que 459 mil unidades foram destinadas aos selecionados pelas prefeituras (Faixa 1 do programa) e 353 mil compraram o imóvel diretamente das construtoras com financiamentos nos bancos públicos federais. (Faixa 2 do programa).
Desde a criação do MCMV, em 2009, o programa passou por vários aprimoramentos para dar mais conforto às famílias. Este trabalho resultou na ampliação da área construída, na melhoria da acessibilidade das unidades, colocação de piso de cerâmica em todos os cômodos e aquecimento solar nas moradias térreas. Mais recentemente, o programa passou a contratar os postos de saúde e educação junto com as unidades habitacionais. O MCMV também garante que 3% das unidades de cada empreendimento devem ser destinadas aos idosos e o mesmo percentual para as pessoas com deficiência.
Além de atender demandas por moradia em praticamente todas as cidades e capitais do país, o programa também beneficia o agricultor familiar, trabalhador rural, assentados da reforma agrária, quilombolas, indígenas e pescadores. Nesta modalidade rural, o programa abrange todos os municípios brasileiros e permite a construção de uma casa nova ou a conclusão/reforma e/ou ampliação da moradia existente. Até momento, 109 mil unidades foram contratadas.
Na faixa de renda de até R$ 1,6 mil, o imóvel é construído com recursos do Orçamento Geral da União (OGU). As famílias pagam uma prestação de apenas 5% da renda familiar (com mínimo de R$ 25,00 por mês) para 120 prestações mensais.
Os subsídios chegam a ultrapassar 90% do valor do imóvel. As famílias com renda de até R$ 1,6 mil devem se inscrever junto às prefeituras dos municípios onde residem e aguardar o resultado das seleções, que são feitas com base nos critérios estabelecidos pelo Ministério das Cidades e pelo próprio município.
As famílias com renda de até R$ 3.275,00 podem ter acesso ao financiamento do FGTS com subsidio de até R$ 25 mil. Quanto menor a renda maior será o subsidio. As famílias com renda mensal de R$ 325,00 a R$ 5 mil podem adquirir o imóvel com financiamento do FGTS nos bancos públicos com taxa de juros de 7,16% ao ano e fundo garantidor. Os interessados procuram diretamente as construtoras, que comercializam imóveis enquadrados no MCMV, e a CAIXA/Banco do Brasil para avaliar as condições de obtenção do financiamento
Por Blog do Jamildo.

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Vereadores de Caruaru: Gravações comprovam o toma-lá-dá-cá em Caruaru


Em outros trechos de gravações de imagens e áudios feitas pela polícia e veiculadas ontem à noite pela TV Asa Branca, afiliada da Rede Globo, vereadores aparecem negociando valores, conversam sobre a possibilidade de aprovação do projeto e até sobre prisão. Os diálogos foram transcritos literalmente, com os erros de português cometidos.Um vídeo mostra os políticos Eduardo Cantarelli (SDD) e Jajá (PPS) tratando sobre valores, que variam de R$ 150 mil a R$ 250 mil. Na conversa, o representante da prefeitura diz que o prefeito descartou a negociação.Outra gravação, dessa vez de escuta ambiente, traz um diálogo entre os vereadores Neto (PMN), Val (DEM) e Louro do Juá (DEM) combinando a união do grupo para a aprovação de um projeto. “Se reunimos ontem e tá firmado os oito? Se for pra ir pro presídio, vai os oito, se for pra ir pro céu vai os oito, ninguém abre mão.
Por: Blog do Marcos Almeida.