quinta-feira, 26 de março de 2015

Veja isso...Terroristas já estão no Brasil.

O Ministério da Justiça divulgou nota neste domingo (22), na qual informa que o governo brasileiro tem trocado “informações e análises com autoridades de outros países, com o objetivo de atuar com eficiência na prevenção, apesar de não ter histórico, de atos de terrorismo”.

A matéria foi publicada no mesmo dia no site do ‘Estadão’, e afirma que a pasta negou discussões no âmbito ministerial sobre relatórios de inteligência que trazem alertas sobre a influência do Estado Islâmico no Brasil e a tentativa de cooptação de brasileiros convertidos pelo EI.

Ainda segundo a matéria, a nota do ministério foi divulgada em resposta à reportagem exclusiva publicada no mesmo dia pelo ‘Estadão’, que revela a existência dos documentos.
O ministério disse que “lamenta qualquer especulação que possa ser feita em relação a informações vazadas de hipotéticos relatórios de inteligência desconhecidos ou que não passaram pela análise de autoridades governamentais responsáveis por decisões na área de segurança pública do governo federal”.
Conforme a nota do ministério, o terrorismo estava na pauta da última semana da reunião do grupo de trabalho que trata das questões de segurança com relação às Olimpíada e “em nenhum momento houve a distribuição ou a discussão de quaisquer relatórios das áreas de inteligência sobre terrorismo no Brasil, ou mesmo sobre análise específica de quaisquer grupos terroristas que atuem no mundo”.
Detalhes da matéria

Porém, neste domingo, a matéria publicada pelo site afirma que fontes dos órgãos de inteligência do governo, que participaram da reunião, disseram ao informativo que o assunto foi discutido no encontro e que a intenção é mudar o discurso do governo de que o país não corre riscos, diante de uma nova realidade apurada pela Polícia Federal e a Agência Brasileira de Inteligência (Abin).

O ‘Estadão’ revelou também que o Palácio do Planalto recebeu relatórios de setores da inteligência que detectaram tentativas de cooptação de jovens brasileiros pelo Estado Islâmico, o que representaria um “fator de risco” – a principal preocupação das autoridades é com a segurança dos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.
Dilma na ONU

Durante passagem pelas Nações Unidas em setembro do ano passado, em plena campanha eleitoral, a presidente Dilma Rousseff deu uma controversa declaração em que criticou a ofensiva militar contra o Estado Islâmico e defendeu uma saída baseada no “diálogo”.

As declarações da presidente causaram uma péssima repercussão no Brasil. O então candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, acusou Dilma de propor “diálogo com um grupo que está decapitando pessoas”.

O então ministro das Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo, foi escalado pelo Planalto para rebater as críticas do tucano. Figueiredo teve de voltar às pressas, cancelando em cima da hora uma audiência que teria com o secretário de Estado norte-americano, John Kerry.
Na época, Figueiredo avaliou que houve uma “grande confusão” na interpretação da fala de Dilma. “Você tem de ter um diálogo na comunidade internacional para resolver essas questões.

Diálogo com a comunidade internacional é exatamente o que é uma solução política, não militar, e isso é dentro sempre das melhores tradições da política externa brasileira, até porque a gente sabe que não há solução militar para isso”, comentou Figueiredo.
 Fonte: Estadão

domingo, 22 de março de 2015

Confira todos os detalhes do seminário "Todos por Pernambuco" na cidade de Arcoverde

O governador Paulo Câmara esteve neste sábado na cidade de Arcoverde dando continuidade ao seminário "Todos por Pernambuco", na oportunidade várias cidades vizinhas fizeram suas reivindicações, 
o seminários todos por pernambuco da á oportunidade para a população ficar frente à frente com o governador e ao mesmo tempo ouvir do governador as propostas e respostas relacionadas as temáticas discutidas em plenária para que assim possa fazer parte do programa de governo após a finalização de todo o seminário que conta com a participação de 12 cidades diferentes. 
Participou das temáticas o enfermeiro e Buiquense Eder, por sinal muito bem aplaudido enquanto falava da situação precária que se encontra o Hospital Regional de Arcoverde, o mesmo falou também do SUS Sistema Único de Saúde, entre outros temas relevantes relacionados a saúde. 

Em uma oportunidade impar o vereador Melque também fez questão de solicitar a retomada da obra de asfalto do parque nacional do Catimbau onde na ocasião entregou pessoalmente ao governador Paulo Câmara oficios em reivindicação a retomada da obra de asfalto, obra paralisada no dia 31 de outubro de 2014, o Deputado federal andre de Paula, secretário das cidades  também reforçou o pedido de retomada do asfalto do Vale almentando assim as expectativas de uma das obras mais queridas e comentadas na cidade de Buíque município do distrito do Catimbau.

Em uma visita rápida os vereadores Anisio e Dodó aconpanhados do presidente da câmara de vereadores de Buique Felinho da serrinha também marcaram sua presença no seminário 
o governador Paulo Câmara antes de da por encerrado o seminário deste sábado em Arcoverde fez questão de assinar um termo de compromisso para a instalação de uma Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia na região.









domingo, 15 de março de 2015

PLANTÃO: Mais de 40 evangélicos morrem em acidente de ônibus em SC.

O acidente com um ônibus de turismo na região da serra da Dona Francisca, na divisa dos estados entre Santa Catarina e Paraná já deixou pelo menos 41 mortos, segundo informa;ções das autoridades que atuam no resgate na noite deste sábado.
De acordo com as últimas informações do Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville, o veículo despencou de uma altura de 40 metros. Havia cerca de 52 passageiros no coletivo, com placas de União da Vitória (PR).
Cerca de 50 profissionais atendem a ocorrência na local do acidente,  um ponto de difícil acesso próximo ao mirante da  serra. Helicópteros dos Bombeiros e da Polícia Militar não conseguiram pousar na região da tragédia.
A Polícia Militar Rodoviária confirmou que 41 corpos já foram localizados. Outros doze feridos foram encaminhados a hospitais de Joinville, no norte catarinensee, sendo que quatro deles estariam em estado grave.
A queda do ônibus ocorreu no km 13 da rodovia SC 418, que deve continuar interditada até a manhã deste domingo, segundo a PMRv.
O motorista do ônibus, com placas de União da Vitória, PR, teria perdido o controle do veículo numa curva. O local do acidente fica próximo a um mirante na região turística conhecida como Serra Dona Francisca.
Resgate
Equipes trabalham no resgate de feridos. Segundo o coronel Paulo Henrique Hemm, da PM, duas crianças, de aproximadamente 3 e 6 anos, foram resgatadas com traumatismo craniano  grave. As vítimas estão sendo levadas para hospitais de Joinville, Jaraguá do Sul e Curitiba, no Paraná.
Há pelo menos 15 viaturas e ambulâncias dando apoio no local, mas as equipes enfrentam dificuldades por conta da escuridão e pela falta de sinal de rádio e celular no local.
O grupo de Bombeiros Voluntários de Joinville está reunido para organizar uma operação de resgate que deve atravessar a madrugada.
Por volta das 20h, o trânsito da rodovia estava interditado nos dois sentidos para os trabalhos de resgate. Foi formado um corredor de emergência para a saída de ambulâncias. Um gerador está sendo usado no local.
Ajuda de motoristas
Segundo relato da repórter da RBS TV Marjorie Caturani, que chegou ao local instantes após o acidente, motoristas de outros veículos tentaram descer a ribanceira para tentar prestar socorro aos passageiros do ônibus. Muitas das vítimas resgatadas com vida estavam desacordadas
Fonte: odiagospel.com

sexta-feira, 6 de março de 2015

Evangélicos disputam Comissão de Direitos Humanos com PT

Uma manobra da Bancada Evangélica conseguiu adiar a escolha do novo presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados. Apesar do PT ter escolhido assumir a comissão para evitar a candidatura do deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) os deputados evangélicos decidiram lançar a candidatura avulsa do deputado Sóstenes Cavalcante (PSD-RJ).
Sóstenes é pastor da Igreja Assembleia de Deus e disputaria a presidência da CDHM contra o deputado Paulo Pimenta (PT-RS). No entanto, Assis do Couto (PT-PR), presidente da comissão, negou a candidatura avulsa, provocando um clima de tensão durante a sessão para a eleição do novo presidente da comissão.
Diante do impasse e da falta de acordo entre os parlamentares, Assis Couto adiou a eleição para a próxima semana e tentará um entendimento com os parlamentares. Sóstenes disse que não iria retirar a candidatura por ser um direito dele e afirmou ainda que não havia sido informado sobre o acordo feito na reunião de líderes para garantir que o PT ficasse com a comissão.
O deputado federal Pastor Marco Feliciano (PSC-SP) comentou o caso e chamou de intolerância religiosa a tentativa de impedir a candidatura de Sóstenes. “Por que o Deputado Sóstenes Cavalcante não pode presidir a CDHM?”, questionou Feliciano. “Desde ontem articulamos, pra mostrar pra todos que não é FELICIANO é qualquer evangélico! (sic)”, continuou.
Feliciano foi alvo da fúria de movimentos gays em 2013, quando foi indicado pelo Partido Social Cristão para assumir a comissão. Na época, líderes do Governo, incluindo o ex-presidente da comissão, Domingos Dutra, abandonaram o colegiado para tentar impedir a votação.
PSD inviabilizou candidatura evangélica
Para impedir a candidatura avulsa de Sóstenes, o PSD tirou o deputado evangélico da vaga de titular e indicou-o como suplente da comissão, impedindo o parlamentar de manter a candidatura porque apenas titulares podem concorrer.
O líder do partido na Câmara, Rogério Rosso (DF), disse que a iniciativa foi necessária porque Sóstenes se negou a retirar a candidatura avulsa. Rosso comunicou a decisão em plenário e disse que o PSD tomou essa iniciativa em respeito ao critério regimental e ao acordo político fechado com PT e demais partidos
http://noticias.gospelprime.com.br

Pernambuco vai receber nono dígito


Pernambuco e mais cinco Estados receberão o nono dígito a partir do dia 31 de maio. A mudança visa aumentar a oferta de números de telefone para linhas móveis, segundo determinação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).
Pernambuco (81 e 87), Paraíba (83), Piauí (86, 89), Ceará (85 e 88), Alagoas (82) e Rio Grande do Norte (84) terão que adicionar “9” à frente dos números de celular no dia 31 de maio. Como toda a mudança, algum transtorno é esperado na hora de digitar tantos números. Por isso as operadoras estão com ações para ajudar na transição.
A Oi disse por meio de sua assessoria que vai completar as ligações realizadas com oito dígitos. No entanto, o usuário vai ouvir uma mensagem avisando da adição do 9 à frente do número. A operadora também vai oferecer um canal de atendimento exclusivo para tratar do assunto, com profissionais de T.I, engenharia e relacionamento.
A operadora ainda dispõe de um aplicativo para iOS e Android para ajudar na mudança. Ele inclui automaticamente o 9 na frente dos telefones gravados na agenda.
A Vivo também contará com um aplicativo para atualização automática (iOS e Android). A empresa disse que está fazendo comunicação na fatura e estenderá a divulgação para os seus canais de relacionamento, como Call Center, lojas, redes sociais e no site.
Os clientes que possuem o serviço Vox Fácil, terão a atualização automática do 9° dígito, pois os equipamentos serão adaptados sem nenhum custo pela Vivo. A Claro também possui um aplicativo para inclusão do nono dígito nas lojas da Apple e Android.
Histórico
O acréscimo do nono dígito ocorreu em julho de 2012 e no interior do Estado (DDDs de 12 a 19), em 25 de agosto de 2013. No Rio de Janeiro e Espírito Santo, com códigos DDDs 21, 22, 24, 27 e 28, a inclusão do dígito ocorreu em 27 de outubro de 2013.
Em novembro 2014, os estados do Amapá, Amazonas, Maranhão, Pará e Roraima(DDD 91 ao 99), também tiveram acréscimo do nono digito. Até 2016, todos os números de celular do Brasil, exceto rádios, terão o 9°dígito.
Fonte: NE10
Cópia: Blog Falando francamente

Com debate sobre destino de R$ 400 milhões, TCE aprova contas de Eduardo Campos de 2013


Foto: divulgação/PSB

O Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) aprovou, na manhã desta quarta-feira (4), a prestação de contas do ex-governador Eduardo Campos para o ano de 2013. As contas foram aprovadas sem ressalvas por três votos a dois, após um debate dos conselheiros a respeito de um estorno de R$ 395.247.804,55 em gastos tidos como receitas liquidadas em 19 unidades gestoras.

Os 678 gastos, tido como liquidado, foram cancelados por um funcionário não identificado. A operação não foi validada pelo Contador Geral do Estado, Carlos Alberto de Miranda Medeiros. Além disso, a equipe técnica do TCE identificou que, de todos os gastos, apenas cinco não tiveram o pagamento consumado no ano seguinte, como despesas do novo exercício financeiro de 2014.
http://blogs.ne10.uol.com.br/jamildo/

quarta-feira, 4 de março de 2015

Governo suspende novas contratações do 'Minha Casa Melhor'

Cartão do programa Minha Casa Melhor

Programa disponibiliza R$ 5 mil em crédito para quem participa do MCMV. 
Quem já conta com o cartão poderá continuar usando o crédito

(Foto: Reprodução/TV Integração)
O governo suspendeu novas contratações do programa "Minha Casa Melhor". Criado em 2013, o programa coloca à disposição de todos os beneficiários do “Minha Casa, Minha Vida” – que estão com o pagamento das prestações em dia – R$ 5 mil em crédito para a compra de móveis e eletrodomésticos.
Quem já conta com o cartão do programa poderá continuar usando o crédito normalmente. As informações são da Caixa Econômica Federal.
De acordo com o banco, em nota, "novas contratações do Minha Casa Melhor estão sendo discutidas no âmbito do programa Minha Casa Minha Vida fase 3". Questionada, a assessoria de imprensa do banco afirmou que não houve nenhum fato para que a suspensão ocorresse neste momento.

http://g1.globo.com

Danilo Gentili participa de audiência em Olinda

Danilo Gentili começa a se explicar para a justiça nesta quarta-feira. Créditos: Reprodução Facebook oficial do apresentador.
Danilo Gentili começa a se explicar para a justiça nesta quarta-feira.
Créditos: Reprodução Facebook oficial do comediante.
Danilo Gentili começa a se explicar para a justiça pernambucana nesta quarta-feira (4), quando acontece a primeira audiência movida por Michele Maximino contra o apresentador. Michele foi alvo de Danilo em 2013, durante o programa Agora é Tarde. Na época ela era a maior doadora de leite materno do Brasil e foi transformada em piada, quando o apresentador a chamou de vaca e a associou ao ator pornô Kid Bengala. A audiência será no Fórum de Olinda, às 13h
http://www.joaoalberto.com

Pastor Silas Malafaia convoca Cristãos contra Dilma... Veja o motivo

Malafaia é conhecido por sua oposição ferrenha e aberta à administração Dilma, e nas últimas eleições, apoiou candidatos de oposição nos dois turnos.
“Um governo que engana o povo nas eleições, [faz um] aumento absurdo da conta de luz e da carga tributária para empresas, só podemos dizer: FORA DILMA! Nunca na história desse país [houve] um governo cínico que não assume seus erros e tanta roubalheira. Dia 15 de março manifestação fora DILMA, apoio”, escreveu o pastor.

Um governo que engana o povo nas eleições,aumento absurdo da conta de luz e da carga tributária para empresas,só podemos dizer: FORA DILMA!
O pastor Silas Malafaia convocou seus seguidores nas redes sociais para se juntarem às manifestações populares do próximo dia 15 de março, quando espera-se que milhões de pessoas, em diversas cidades do país, saiam às ruas para pedir o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).
Resultado de imagem para Pastor Silas Malafaia convoca Cristãos contra Dilma
“Apenas 2 meses de governo e todas as mentiras da campanha caíram por terra. VERGONHA! Afronta ao povo brasileiro!”, criticou Malafaia.
http://odiagospel.com

Assassinatos em Pernambuco crescem 24,1% em fevereiro

Pernambuco registrou em fevereiro um dos maiores aumentos no número de homicídios dos últimos meses. Dados preliminares da Secretaria de Defesa Social (SDS) apontam que pelo menos 324 pessoas foram mortas. No mesmo período do ano passado, foram 261 assassinatos. Isso representou um crescimento de 24,1%.
O período carnavalesco foi um dos fatores que impulsionou o aumento significativo de mortes no estado. Entre a 0h da sexta-feira, abertura oficial da folia, e as 24h da quarta-feira de cinzas, foram 83 assassinatos registrados pela SDS. Fevereiro contabilizou ainda a chacina no município de Poção, no Agreste, quando quatro pessoas morreram, entre elas três conselheiros tutelares.
O resultado negativo ainda poderá sofrer variação, já que os números são consolidados pela SDS até o 15º dia do mês seguinte.
Em janeiro, o estado já havia registrado altos índices de violência. O aumento foi de 23,99% para cada 100 mil habitantes. No mês inteiro, foram 321 óbitos, enquanto no mesmo período de 2014 foram contados 256.

http://blogdoitamar.com.br

Júlio Cavalcanti critica situação de rodovias estaduais, entre elas a PE-292

O deputado Júlio Cavalcanti (PTB), cobrou, nesta terça (3), providências do Governo do Estado para as estradas de Pernambuco. O parlamentar afirmou que as rodovias estão em péssimas condições e precisam, com urgência, de obras de restauração. 
Para exemplificar a necessidade dos reparos, ele citou estradas estaduais que cortam o Sertão pernambucano, como a PE-292, a PE-265, a PE-340 e a PE-310. No Agreste, a crítica foi para a situação da PE-217, que liga as cidades de Venturosa e Pesqueira.
Segundo o deputado, o governador Paulo Câmara, durante a campanha eleitoral, teria anunciado diversas obras para as rodovias, que ainda não se concretizaram. Júlio Cavalcanti argumentou que os gastos do Governo com publicidade deveriam ser revertidos para obras de melhoria.
http://blogdoitamar.com.br

terça-feira, 3 de março de 2015

Paulo se reúne com 27 prefeitos de Pernambuco

Encontro teve como objetivo traçá estratégia conjuntas para os desafios que apresenta no ano de 2015.
Nesta quarta-feira (11), o governador Paulo Câmara se reuniu com 27 prefeitos de todas as regiões do Estado. O encontro teve como objetivo traçar estratégias conjuntas para os desafios que apresentam no ano de 2015. Além dos gestores dos municípios, a reunião também contou com a participação dos integrantes a diretoria da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), que discutiram assuntos relacionados às áreas de Educação, Saúde e Transportes.
Segundo o governador, a reunião fez parte de um "amplo processo de diálogo" que o Governo de Pernambuco fará com as prefeituras. "São temas relacionados ao nosso programa de governo. Teremos a oportunidade de identificar e elencar as nossas prioridades", frisou Paulo Câmara, segundo informações da assessoria de imprensa.
O chefe do Executivo estadual ainda destacou que todos os desafios serão vencidos através do dialogo. "Este ano será desafiador do ponto de vista econômico. Mas nós temos que nos organizar e trabalhar para manter o ritmo de crescimento" convocou Paulo Câmara.
Durante reunião, os prefeitos sugeriram a criação de consórcios. "Os municípios e o Estado têm a cada dia que gastar melhor; fazer mais com menos. Temos, agora, a experiência do consórcio, um mecanismo que une os municípios em prol de uma ação", revelou o presidente da Amupe, José Patriota, prefeito de Afogados da Ingazeira, no Sertão.
Do://www.leiaja.com

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Nova regra do seguro-desemprego vale para demitidos a partir de sábado

Mudanças valem para quem der entrada no pedido a partir desta segunda.
Veja em quais situações o trabalhador terá direito ao benefício.


A nova regra do seguro-desemprego começa a valer para quem for demitido a partir deste sábado (28), segundo informou o Ministério do Trabalho. Portanto, as mudanças valerão para esses trabalhadores que darão entrada no pedido a partir desta segunda-feira (1º).
"A vigência da Medida Provisória [que estabelece as novas regras] começará 60 dias a partir da data da publicação. Sendo assim, as novas regras incidirão nos trabalhadores demitidos a partir do dia 28 de fevereiro de 2015", diz o Ministério do Trabalho.
Com as mudanças, o trabalhador que solicitar o benefício pela primeira vez deverá ter trabalhado por 18 meses nos 24 meses anteriores.
De acordo com as novas regras, na segunda solicitação do benefício, ele terá de ter trabalhado por 12 meses nos 16 meses anteriores e, a partir da terceira solicitação, terá de ter trabalhado, pelo menos, por seis meses ininterruptos nos 16 meses anteriores.
De acordo com o Ministério da Fazenda, na primeira solicitação, o trabalhador poderá receber quatro parcelas se tiver trabalhado entre 18 e 23 meses nos 36 meses anteriores. Poderá receber cinco parcelas se tiver trabalhado a partir de 24 meses nos 36 meses anteriores. Já na segunda solicitação, ele poderá receber quatro pardelas se tiver trabalhado entre 12 e 24 meses nos 36 meses anteriores.

A partir da terceira solicitação do seguro-desemprego, vale a regra anterior, que prevê o recebimento de três parcelas para quem trabalhou entre 6 e 11 meses nos 36 meses anteriores. Para receber quatro parcelas do seguro-desemprego, ele terá de ter trabalhado entre 12 e 23 meses nos 36 meses anteriores e, para receber cinco parcelas, terá de ter trabalhado por, pelo menos, 24 meses nos 36 meses anteriores.

Outras mudanças
Também começa a valer em março um novo cálculo que reduzirá o valor da pensão por morte (do patamar de 100% do salário de benefício para 50% mais 10% por dependente até o limite de 100% e com o fim da reversão da cota individual de 10%).
Outra mudança é a vitaliciedade do benefício. Cônjuges “jovens” não receberão mais pensão pelo resto da vida. Pelas novas regras, o valor será vitalício para pessoas com até 35 anos de expectativa de vida – atualmente quem tem 44 anos ou mais. A partir desse limite, a duração do benefício dependerá da expectativa de sobrevida.
Desse modo, o beneficiário que tiver entre 39 e 43 anos receberá pensão por 15 anos. Quem tiver idade entre 33 e 38 anos obterá o valor por 12 anos. O cônjuge com 28 a 32 anos terá pensão por nove anos. Quem tiver entre 22 e 27 anos receberá por seis anos. E o cônjuge com 21 anos ou menos receberá pensão por apenas três anos.
Já entrou em vigor no dia 14 de fevereiro uma das novas regras anunciadas pelo governo para a pensão por morte. Com a mudança, só tem direito ao benefício quem conta com pelo menos dois anos de casamento ou união estável. A legislação anterior não estabelecia um prazo mínimo para a união.
As mudanças na pensão por morte fazem parte de um pacote de medidas provisórias anunciadas pelo governo no final do ano passado para tornar mais rigoroso o acesso da população a uma série de benefícios previdenciários. As mudanças não afetam quem já recebe o benefício.
Já no dia 30 de dezembro, entrou em vigor a alteração que estabelece que deixa de ter à pensão o dependente condenado pela prática de crime que tenha resultado na morte do segurado

http://g1.globo.com/economia